Solana blockchain: mais uma opção no criptoverso

solana blockchain

Os NFT’s continuam notícia no mundo das artes e dos negócios. No texto de hoje veremos alguns destaques e também conversaremos sobre a Solana blockchain, que promete mais agilidade nas transações e menores taxas. Ela tem se mostrado uma ótima opção frente a congestionada Ethereum, que passou por uma atualização em agosto e há a previsão de que mais uma aconteça ainda em 2021.

A organização SF Camerawork (especializada em fotografia) realiza, de 14 a 28 de setembro, o leilão beneficente “The Roof is on Fire” que conta, pela primeira vez, com uma coleção de NFT’s. A curadoria é de Mark Sabb, CEO e fundador do FELT Zine, um site dedicado à arte digital e NFT’s.

solana blockchain
Chuck Anderson, Surroundings, 2016 – Jpg, 2004 x 1625 pixels, Edition 1/1, Courtesy of the artist – Estimated value: $6,300

Google fechou uma parceria com o estúdio canadense Dapper Labs. O acordo envolve o desenvolvimento de novos produtos e serviços da Web 3, incluindo o popular marketplace de NFT. A Google Cloud servirá como operadora de rede para a blockchain Flow da Dapper Labs, a infraestrutura escalável que alimenta todo um ecossistema de NFTs, jogos e aplicativos. A Flow inclui algumas das coleções NFT mais populares do mercado, incluindo NBA Top Shot e CryptoKitties.

Lembra do NFT do Beeple que foi vendido por 69 milhões? O comprador, Metapurse, transformará a obra em uma festa imersiva: “Dreamverse, a one-night-only party in New York”. Será a primeira apresentação pública do famoso NFT. A projeção é a atração principal, mas a galeria contará com a participação de 150 artistas em uma mostra que durará o dia inteiro. O evento acontecerá em novembro, o ingresso para a visita diurna será de US$ 30,00. Mas os ingressos para a festa têm preços que variam de US$ 150,00 até US$ 2.500,00. O pagamento pode ser feito em cripto!

 

Obra do artista Beeple "Everydays: the First 5,000 Days" vendida por US$ 70 milhões
Obra do artista Beeple “Everydays: the First 5,000 Days” vendida por US$ 70 milhões

A artista (generativa) brasileira Monica Rizzolli arrecadou mais de US$ 5 milhões em um leilão na plataforma Art Blocks, especializada em arte generativa. A coleção “Fragments of an Infinite Field” (ou “Fragmentos de um Campo Infinito”) composta por 1.024 obras, que mudam a cada estação do ano, se esgotou em 1 hora e os lances começaram em 10 ETH.

Agora eu pego uma carona na arte generativa para introduzir a Solana. Os “profile-pic NFT projects (PFP NFT’s), que aproveitam o sucesso dos CryptoPunks para capitalizar, são um fenômeno de vendas. Coleções como o “Bored Ape Yacht Club” ou “Pudgy Penguins” são criadas por meio de um algoritmo que combina uma série de itens como acessórios, designs e algumas características especiais. Dessa maneira milhares de combinações únicas, dos desejados personagens já mencionados, são geradas.

 

solana blockchain
Bored Ape Yacht Club
solana blockchain
Pudgy Penguins

 

Esta semana a Solana ganhou destaque com a venda de um NFT da coleção “Degenerate Ape Academy” por US$ 1,1 milhão, ou 5.980 unidades de SOL, o token nativo da blockchain. Até então esta é a maior venda da plataforma. Mas o que é Solana?

 

 

A Solana é uma blockchain pública que surgiu em março de 2020 e teve rápida ascensão, hoje seu token nativo, o SOL, está entre as 5 criptomoedas mais valorizadas do mundo. Ela foi desenvolvida pela Fundação Solana, que fica em Genebra (Suíça) e tem como fundador e CEO  Anatoly Yakovenko.

 

solana blockchain

 

Assim como a Ethereum, a Solana comporta contratos inteligentes e NFT’s e mostrou bastante capacidade de atrair conteúdos para sua rede, além de investimentos. Com o congestionamento da Ethereum que, além de provocar espera nas confirmações das transações, faz com que as taxas cobradas fiquem em patamares bem altos – a atualização realizada em agosto foi feita principalmente para tentar estabilizar essas taxas – a necessidade de encontrar alternativas ficou cada vez mais forte.

Esse é um dos grandes diferenciais da Solana blockchain, como destacado no site deles: taxas baixas e rapidez para sempre! Isso é possível porque além de utilizar o protocolo de verificação proof of stake (PoS – prova de participação) ela ainda utiliza o proof of history (PoH – prova de histórico), que foi criada por Anatoly Yakovenko. O mecanismo de prova de histórico cria registros temporais que comprovam que um determinado evento de fato ocorreu em um certo momento. O sistema de prova de participação entra com um papel de gerenciamento dos processos de PoH. Ele faz a validação das sequências de blocos e mantém o registro cronológico de eventos e do horário unificado da rede.

 

solana blockchain

 

Outra característica importante é o desenvolvimento de um wormhole (buraco de minhoca) que faz a ponte entre Solana e Ethereum. O buraco de minhoca permite que projetos, plataformas e comunidades existentes movam ativos tokenizados de forma transparente entre blockchains para se beneficiar da alta velocidade e baixo custo da Solana. Isso pode ser um ótimo precedente para promover mais interação entre as blockchains. Pensando nisso, a exchange FTX lançou um marketplace de NFT’s que permite que seus usuários comercializem entre Ethereum e Solana, já aproveitando essa possibilidade criada pelo wormhole.

 

solana blockchain

 

Vamos acompanhar o desenvolvimento da jovem Solana e as próximas novidades do criptoverso. A busca por redes mais eficientes, inclusive do ponto de vista no meio ambiente, continua em alta ao mesmo tempo que os NFT’s vêm evoluindo e se consolidando. A ideia de “para sempre”, na proposta da Solana blockchain, já nos dá uma ideia de que eles vieram para ficar. 

Escrito por

Tem se dedicado aos estudos de fotografia e imagem desde 2005. Está sempre com os olhos abertos, ouvidos atentos, imaginação fértil e a língua afiada.