Saiba como investir e ganhar dinheiro com obras de arte

Mercado de Arte
Mercado de Arte

Você é um grande fã de Van Gogh, Picasso e Monet e gostaria de ter uma de suas obras? Infelizmente os quadros já estão em diversos museus ao redor do planeta e todos valem uma fortuna. No entanto, existem milhares de artistas talentosos a serem descobertos e que podem virar um bom investimento.

Para os que decidem se aventurar pelo mundo das artes é possível investir através de galerias, leilões de arte e até mesmo em investimentos em um único artista. “Assim como em qualquer segmento do mercado, o investidor precisa estar a par do mercado de artes.

Precisa acompanhá-lo durante um tempo para depois investir”, afira o perito judicial nas áreas de mercado de arte, mercado autoral, mercado de entretenimento e perícias atípicas, João Carlos Lopes.

Antes de qualquer coisa, é importante pesquisar sobre o mercado e freqüentar feiras e galerias para se manter atualizado, sugere a consultora de arte e fotógrafa, Bianca Cutait. “A primeira atitude para se investir nesse segmento é gostar de artes e depois procurar o que mais lhe agrada”.

Como lucrar

Para obter lucroscom este mercado, além de entender o cenário atual, é preciso ter o dinheiro (/assuntos/dinheiro) certo para isso. O capital investido deve ser aquele que não será necessário em uma emergência, pois o mercado não possui liquidez imediata, explica Lopes.

“Se o investidor comprou 5 quadros de excelente qualidade de um determinado artista e outros 5 de qualidade média, e ele consegue manter essas 5 obras mais importantes a custo zero e vender as outras 5 médias, ele conseguirá um bom patrimônio, além de bom lucro”, exemplifica.

Outro fator importante é ter paciência para investir nesse mercado, pois, em alguns casos, as obras podem demorar alguns anos para se valorizarem. Por isso é preciso estar atento às novidades e ter o timing certo de vender a(s) obra(s). “Funciona como em qualquer mercado, o investidor compra na baixa e vende na alta”, coloca o especialista.

Riscos

É importante lembrar que investir em obras de arte também tem seus riscos. Quando a economia (/assuntos/economia) desanda e o mercado estaciona são sinais de que os investimentos de maneira geral vão sofrer consequências.

Um dos riscos é esperar uma valorização maior do que aquela que a obra realmente pode alcançar, já que mensurar o valor de algumas obras pode ser um tanto subjetivo. “O investidor pode criar uma expectativa falsa em relação à obra e corre o risco de ela não valorizar”. Portanto, investir em arte é algo para quem realmente se interessa pelo assunto e tem paciência para esperar o momento certo de realizar os lucros.

Escrito originalmente na InfoMoney

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *