Fine Art Autoral

ciro_totku_galeria_de_gravura_1

Fine Art, na minha opinião, é qualquer forma de expressão que se tenha a intenção de atiçar os sentimentos das pessoas, que podem ser reações de agrado, desagrado, repulsa, curiosidade ou outras emoções que são características dos seres humanos.

Para isso o artista lança mão de técnicas e recursos que mais domina como a pintura, a escultura, o desenho, a arquitetura e a fotografia. E se ele o faz com intencionalidade, podemos dizer que sua obra é autoral.
O autor da obra pode estar retratando uma imagem de um lugar, de uma pessoa, de um objeto o mais fiel possível, ou pode acrescentar elementos do seu repertório pessoal. Isso pode acontecer com qualquer tipo de arte. Na fotografia, por exemplo, podemos tirar uma foto e expô-la ou trabalhar com recursos dos softwares e recortar e montar produzindo uma outra imagem.
Akira Kai é um fotógrafo que utiliza os recursos do computador para criar suas obras. Ele utiliza partes de fotos para criar uma única.

akira_kai

Holly Wilmeth utiliza ângulos diferentes.

ciro_totku_galeria_de_gravura

Ciro_Totku

Catherine_Jeltes_galeria_de_gravura

Há outros artistas que montam a sua foto, com a utilização do Still. Um exemplo de trabalho desse tipo é o da Catherine Jeltes.

Sem Título-2São expressões diferentes de uma mesma arte. Mas o que seria dessas imagens se fossem impressas em impressoras caseiras de jato de tinta em papel offset ou mesmo fotográfico que perde suas cores com o passar do tempo? Seria ainda fine art?A fotografia fine art se diferencia da fotografia comum porque reune elementos artísticos que a torna especial. Ela é uma imagem intencional, trabalhada, estudada desde sua concepção até a impressão.
A fotografia fine art tem como companheira inseparável a impressão fine art. Do mesmo jeito que o pintor escolhe com esmero o material para fazer a sua arte: a tinta, o suporte, a moldura, o resultado de uma foto fine art depende da impressão para que possa retratar o mais fiel possível a sua imagem. A imagem impressa deve ter a qualidade, a maior fidelidade possível com o sua matriz e durar muitos anos, como as pinturas em museus.
Outro detalhe importante é o número de cópias dessa imagem. Como as matrizes de linotipo, da xilogravura, e outras que tem uma tiragem limitada pelo artista, as impressões de fotografias fine art deveriam ter o mesmo cuidado para preservar o seu valor.

Bibliografia
Kai Akira. http://www.akirakai.com/akirakai/books/
Wilmeth Holly. http://www.hollywilmeth.com/collections/stories/guatemala-coffee/
Totku Ciro. http://www.thedice.co/Art/CIRO-TOTKU/
http://www.revistatecnologiagrafica.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=5685:fotografia-fine-art-prospera-e-exigente&catid=68:materias-especiais&Itemid=188
http://www.galleryzooart.com/art/banded-tulip-shell-fine-art-photograph-seashell-still-life-nature-spiral-striped-beach-ocean-sea-nature-vintage-style/

Escrito por

Uma fotógrafa apaixonada que ama estudar, escrever e ensinar sobre Fine Art.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *