Impressão Digital Parte 1/3

hp_designjet_t790_fine_art

Tipos de Impressões Digitais

As impressões digitais não usam matrizes para produzir as reproduções como as impressões tradicionais (offset, rotogravura, tipografia, xilogravura, etc) e sim um computador que transforma a imagem em bits e a imprime sobre um suporte (papel, canvas, etc).

Iniciou-se oficialmente em 1993 na IPEX International Printing Equipament Exhibition na Inglaterra quando foram apresentados os primeiros equipamentos capazes de imprimir em várias cores e depois DRUPA Druck und Papier – Impressão e Papel na Alemanha em 1995.

hp_designjet_t790_fine_art

Impressão Digital Convencional

Os tipos de impressão digital convencional mais conhecidos são: as impressão a laser e as jato de tinta.

As impressões a laser têm algumas características próprias. A tinta é um pó que quando a luz e o papel passam juntos formam a imagem no papel. Cada cor passa uma de casa vez e só tem quatro cores disponíveis (ciano, amarelo, preto e magenta).

As impressoras a jato de tinta usam tinta líquida que são depositadas em forma de pequenas gotas sobre o suporte. A maioria das impressoras usa o sistema CMYK (ciano, magenta, amarelo e preto), mas há no mercado impressoras que comportam cores especiais como ciano claro, magenta claro, laranja, verde, pretos e brancos diferentes.

Os sistemas de jato de tinta podem ser por: bubble-jet (térmica), piezo-elétrica ou troca de estado.

O sistema bubble-jet ou jato de bolha consiste em minúsculos bicos que lançam uma gotinha de tinta ao mesmo tempo. Pode ter 64 a 128 bicos que formam de 10 a 30 pontos por milímetro, com muita precisão. As gotas são formadas quando pequenos resistores aquecem e vaporizam a tinta criando uma bolha. Essa bolha pressiona a tinta pela cabeça de impressão e cair no suporte. O aquecimento das cabeças de impressão pode causar um desgaste rápido. Por outro lado, elas são mais baratas e ficam embutidas no cartucho da tinta.

O nome bubble-jet é de patente da Canon, que criou o sistema. Nas impressoras HP que utilizam um sistema parecido é chamado de Ink-jet.

O sistema piezo-elétrica funciona como uma pequena bomba que espirra a tinta. Como é muito precisa, chega a imprimir 1440 dpi (pontos por polegada). A grande desvantagem é o preço das cabeças de impressão, que se precisarem ser trocadas, custam quase metade do preço de uma impressora nova. Essa tecnologia é usada pelas impressoras HP.

As impressoras, que utilizam o sistema de troca de estado, usam uma tinta sólida, de cera, em forma de fita que é derretida e espirrada no papel. Gera uma imagem muito parecida com uma foto mesmo em um suporte comum como o papel. A grande desvantagem é o preço e o tempo de impressão. Para imprimir uma página colorida leva em torno de seis minutos.

Escrito por

Uma fotógrafa apaixonada que ama estudar, escrever e ensinar sobre Fine Art.

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *